Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

  • /
  • Vida
  • /
  • Aprendiz de pombo-correio
9 de abril de 2019
869 visualizações

Aprendiz de pombo-correio

Voltei de Brumadinho há alguns dias. No começo, com uma urgência de compartilhar tudo o que vi e vivi por lá. Fiquei em Casa Branca, pertinho do Córrego do Feijão. Conversei com voluntários que estavam lá desde as primeiras horas e viveram a história toda. No primeiro dia eu apenas ouvia. Eram muitas histórias e uma necessidade de compartilhar aquilo que eu nunca veria através da mídia.
Chegando em casa, o efeito foi inverso. Logo percebi que é quase impossível transmitir a experiência de ter ido até lá, visitado o lugar onde os helicópteros pousavam e ter ouvido as histórias de pessoas que sobreviveram ao episódio.
Mas conforme os dias vão passando, e vou retomando minha rotina, começo a entender como compartilhar, aos pouquinhos, um pouco da viagem. Quero começar contando sobre o impacto das cartas que chegaram até mim, e que nós (Márcia Brito e eu), levamos para lá. Na verdade, o meu papel foi essencialmente de pombo correio. E nesse espírito de Pombo Correio digo o seguinte:
Apesar de toda a tecnologia hightech com seus recursos superhiper, uma singela cartinha escrita de coração tem o poder de sensibilizar de um jeito único e mágico (só para deixar registrado, quando uso o termo “mágico”, estou me referindo a magia avançada. Não é metáfora). Graças a uma interferência inexplicável, essas cartas, vindas de longe, escritas por pessoas desconhecidas, adultos ou crianças, foram cair nas mãos certas, contendo as palavras exatas para cada pessoa que ali se encontrava.
Tanto que logo na sequência veio o efeito multiplicador. Rapidinho, o grupo que estava reunido ali decidiu que aquelas cartas precisavam circular. Surgiram ideias de montar um painel, um memorial, e claro, um movimento para responde-las. Da emoção inicial brotou uma energia criativa de querer propagar o efeito das cartas para muitas outras pessoas.
O encontro terminou num clima positivo e enérgico de querer pegar esse material e fazer disso um pontapé inicial para diversas ações. As cartas, de alguma maneira, foram um peteleco para escancarar sentimentos e servir de documentação de como o que aconteceu em Brumadinho e região tocou pessoas de todo o Brasil. As cartas, percebi então, são um registro de algo que até então só pairava no ar. A abstração das emoções confusas se materializou num papel dobrado dentro de um envelope, em textos simples acompanhados de desenhos de crianças desejando força e coragem. O que eu tenho a dizer é que essa força e coragem, que nós tanto desejamos para Brumadinho, está lá. Ela cresce a cada dia.
Como Pombo Correio, termino com o principal recado da galera de lá. “Só não queremos que isso seja esquecido”.


2 comentários

  1. Avatar
    Angela pecego

    Índigo querida, vou dormir te agradecendo muito. Tenho pensado tanto em atitudes que possam ser realmente significativas… Lembrei que nos falamos logo depois de eu ter destroncado o braço. Mas isso é tão pequeno… Como lamento não ter me deixado embalar e ser alimentada pelo teu projeto mandando uma carta…. Lindo demais!! Beijos com muito carinho

    1. Avatar
      Índigo

      Oi, Angela. Eu que agradeço as palavras carinhosas. Valeu, querida. Espero que o braço já esteja zero bala! Beijos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Casinha para degustação
Casinha para degustação
25 de maio de 2021
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27
Avatar
Marilda Arrivabene em:
Casinha para degustação
2021-05-31 10:09:34