Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

  • /
  • Vida
  • /
  • “Cobras em compota”, o retorno.
14 de maio de 2015
3367 visualizações

“Cobras em compota”, o retorno.

Estou aqui fazendo a última leitura da nova edição de “Cobras em compota”, que sairá no segundo semestre, agora pela editora Moderna. Dessa vez com ilustrações da Thaís Beltrame. O livro ficou de babar. As ilustrações são geniais e o texto não é ruim.
O texto vem láááááááá do ano dois mil, dois mil e um, até dois mil e quatro, mais ou menos.
Tenho dificuldade em ler meus textos antigos. Muita dificuldade. Não foi fácil reeditar “Cobras em compota”. Reescrevi muita coisa. Mesmo assim, olho para as frases e me reconheço parcialmente. Parece que estou olhando para o que eu fui um dia, no passado. Mas isso é ruim? Aí é que está. Não é ruim. E só agora, na última leitura, é que eu entendi isso. Embora o texto esteja distante de mim, ainda cumpre sua função. Por isso vou seguir em frente e lançar as cobras.

Aqui vai uma amostrinha de um dos contos, que por acaso se chama “Silêncio”

Sempre que encanadores, pedreiros e eletricistas entravam
no meu apartamento, para os infindáveis consertos, minha
política era seguir escrevendo como se nada estivesse acontecendo.
Assim um não incomodava o outro. Em tese, funcionaria
lindamente. Na prática eles ficavam incomodados
com o meu silêncio e puxavam papo.
— O que a senhora fica escrevendo aí?
— Hum…
— O que tá escrevendo?
— Éahistóriadeumpinguim.
— Como?
— A história de um pinguim.
— Pra quem?
— Hum?
— Pra quem a senhora está escrevendo isso?
— Crianças.
— Escreve sobre leão, então! De onde a senhora tirou
pinguim?
— É pinguim.
— A senhora devia escrever novela pra Globo.
— Hum…
— Eu já fiz o piso da casa da Eva Wilma, sabia?
— Hum…
— Conheci um autor de novela lá. A senhora quer que
eu mostre seus textos pra ele?
— Não.
— Por que não?
— Não.
— Artista é tudo igual. Vai ficar aí, de cara fechada, escrevendo,
escrevendo… Tem que sair! Visitar as pessoas! Como
é que as pessoas vão saber o que a senhora está escrevendo?
E assim ia… até que ele terminasse o serviço. Na hora de
pagar, eu sempre levava um susto. Então ele insinuava que,
se eu escrevesse novela para a Globo, poderia cobrar o dobro
e eu nem acharia ruim.
— Aliás, se a senhora escrevesse novela pra Globo, não
moraria nesse prédio caindo aos pedaços — acrescentava,
coberto de razão.


4 comentários

  1. Avatar

    Oi Índigo,
    Sou bibliotecária escolar e uma ousada metida a escritora. Blogueira viciada e assumida. Leitura é um desses meus vícios. Por participar de um site com sugestões de leitura infantojuvenil, comecei a ler seu livro Cobras em compota para depois resenhar.
    Simplesmente amei cada crônica que compõe seu livro! Identificação total com a criança que um dia você foi e também com várias passagens de sua vida adulta. Dá pra ver daí meu sorriso estampado após terminar de ler? Anteriormente li o Perdendo perninhas e já tinha virado sua fã. Parabéns! De agora em diante serei uma leitura voraz de seus livros. Postarei minha resenha dia 26/10. Se desejar ler e conhecer o blog, o endereço é esse: http://melecachiclete.blogspot.com.br/
    Beijos,

    1. Avatar
      Índigo

      Oi, Roseli. Visitei seu blog. Muito bacana. Parabéns pelo trabalho e empenho na divulgação da literatura para crianças. Irmãs na causa! Fiquei feliz com seus comentários sobre o “Cobras em compota”. Eeee! Quero muito ler essa resenha. Valeu, beijos, Índigo

    1. Avatar
      Índigo

      Eu sou suspeita, mas é mesmo. Que legal que você também achou, beijo, Índigo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já em pré-venda!
Já em pré-venda!
6 de março de 2024
Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Avatar
Tamy lazara togojebado gomes em:
Minha dívida com as bruxas
2022-10-06 06:40:15
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27