Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

11 de abril de 2013
521 visualizações

Como escapei

A poção era amarga e viscosa. Desceu queimando pela minha garganta. Fiz uma careta e me sacudi da cabeça aos pés. Cobra coral me observava. Pé ante pé, fui me aproximando. De repente tive a impressão que havia alguma coisa diferente ali. Seus olhos estavam mais arredondados e havia um sorrisinho estampado no seu rosto. Ele deu uma piscadinha para mim e se mexeu de um jeito gracioso, como um gato enrodilhado mudando de posição em cima de uma almofada. Abri a tampa do vidro. Coral se enrolou no meu pulso. No braço direito. Não era gelado e gosmento, como eu temia. Sua pele era quente e assim que terminou de se enrolar, transformou-se num lindo bracelete vermelho, branco e preto, que parecia ter sido confeccionado conta a conta no meu pulso, de tão justo que era. Não havia fecho. Se eu quisesse tirá-lo, teria de arrebentá-lo. Olhei-me num espelho. Gostei. Combinava comigo. Senti então que precisava sair dali o quanto antes. Mas antes, havia uma última coisinha a fazer. Peguei o vidro vazio e lavei bem lavado na pia de pedra. Depois, mergulhei-o no caldeirão e enchi até a boca com a poção mágica.

De volta ao armário trancado, assim que encostei a mão na fechadura, notei uma ponta solta no bracelete. Era uma correntinha preta com uma chave vermelha na ponta. Destranquei a porta e saí. Depois simplesmente saí pela porta da frente da castanheira. Lá, fora, pensei…

“Eu bem que podia levar a vassoura mágica…”

 
  Compartilhar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Casinha para degustação
Casinha para degustação
25 de maio de 2021
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27
Avatar
Marilda Arrivabene em:
Casinha para degustação
2021-05-31 10:09:34