Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

20 de maio de 2013
811 visualizações

Elassssssss

Eu estava andando pela floresta quando uma cobra atravessou o meu caminho. Olhei, olhei e estranhei. Ué, não vou sentir medo?! Olhei mais de perto. Não, eu não sentia medo. Nem medo, nem aflição. Contornei e segui andando. Olhei para trás e ela me mostrou a língua. Mostrei de volta e deixamos a coisa por isso mesmo.

Hoje encontrei outra e, de novo, contornei e segui andando, pensando, “Legal! Estou com sorte.”

Olhei para trás e ela acenou um tchauzinho.

cobra

São tão raras e elegantes. Discretas, concisas. Silenciosas. Aparecem muito de vez em quando, em dias especiais. O medo era uma bobagem. Agora fico lisonjeada quando dão o ar da graça.

 
  Compartilhar

1 comentário. Aleluia!

  1. Avatar

    Olhando por essa perspectivas são seres bem interessantes, até belos. Assim como corujas!
    Menina piro numa coruja!

    Abraços Í!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já em pré-venda!
Já em pré-venda!
6 de março de 2024
Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Avatar
Tamy lazara togojebado gomes em:
Minha dívida com as bruxas
2022-10-06 06:40:15
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27