Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

24 de fevereiro de 2014
453 visualizações

Flecha afiada

Cupido bateu as asas, pairou nos ares, e desceu até as sombras do Parnasso. De lá trouxe vários tipos diferentes de flechas, uma para despertar amor, dourada, afiada, cintilante. A outra, rombuda, e com ponta de chumbo, para levar embora todo o amor, e essa flecha grossa ele usou em Dafne, mas apontou a outra, a afiada, de ponta dourada, para Apolo, perfurando-o até os ossos, através da medula. No mesmo instante ele se apaixonou e no mesmo instante ela fugiu do apaixonado, refugiando-se nos lugares mais secretos da floresta, mimando os animais por ela feito cativos. Uma rival de Diana, deusa virgem, Dafne tinha muitos pretendentes, mas escorraçou a todos. Sem desejar nenhum homem, vagou pelos campos sem rumo e não tinha nenhum desejo fosse por marido, amor ou casamento. Seu pai sempre dizia:

“Filha, me dê um neto!”

Mas para ela a ideia de casamento era algo detestável, criminoso até. Então ela corava, abraçava o pai e tentava persuadi-lo.

Até esse ponto eu reproduzi as palavras do poeta Ovídio direitinho, alterando apenas a pontuação. Daqui em diante está me dando uma vontade de adaptar mais livremente o texto… No próximo parágrafo, por exemplo, tem um ponto bem nebuloso na narrativa. Não sei se é da edição com a qual estou trabalhando. Então, se vocês não se importarem, a partir de amanhã vou tentar uma nova abordagem. Afinal, isso é ou não é uma metamorfose?

 
  Compartilhar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Casinha para degustação
Casinha para degustação
25 de maio de 2021
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27
Avatar
Marilda Arrivabene em:
Casinha para degustação
2021-05-31 10:09:34