Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

  • /
  • Vida
  • /
  • Memórias do Vale do rio Purús
8 de dezembro de 2012
527 visualizações

Memórias do Vale do rio Purús

Enquanto eu arrumo a mala meu vô João já está lá, navegando pelo Purús, em 1969:

Não havia pão a bordo da Niterói. Havia umas bolachinhas muito gostosas e que não faziam mal ao estômago – aos estômagos fracos, o meu por exemplo. Elas ficavam bem molhadas no café, leite ou chá mate. A Niterói usava lenha para a propulsão, não usava óleo, gasolina ou eletricidade. Daí sua grande morosidade nas marchas durante a viagem. Daí o rigorosíssimo racionamento de luz elétrica a bordo. Graças a um gerador de eletricidade a bordo, na casa das máquinas, era possível o telégrafo sem fio a bordo, e um pouquinho de iluminação elétrica. Tirando isso, tudo mais era com lamparina a querosene, e com lenha. Daí a possibilidade de determinado regime de alimentação a bordo. A alimentação a bordo da Niterói era excelente, saudável e gostosíssima, também muito farta. A não ser nos dias em que os animais eram abatidos. Suas carnes são curadas ao sol, ao vento e ao ar comum, com leves camadas de sal. Otimamente preparadas e gostosíssimas. Mas eu não podia comê-las, devido a viver em regime alimentar meio rigoroso. Também as sobremesas em conservas eram para a minha saúde um grande prejuízo. A carne de porco, de qualquer modo que fôsse, e os subprodutos, eram para mim violento veneno. Leite e manteiga… nem em sonho! Mas as carnes novas e o peixe (que somente uma vez foi servido), o feijão (que também me fazia mal), o arroz, as bolachinhas e a sopa de macarrão e de certas verduras, o café, o mate e as dulcíssimas bananas!… que delícia. Com essas coisas eu me alimentava bem. A água era do rio Purús, sem filtrar. Apenas depositada. Fez-me um pouco mal aos intestinos, mas sem piores consequências. No mais foi tudo ótimo, embora meu organismo se ressentisse um pouco Teresa deu-se muito bem, o que para mim foi motivo de satisfação.

O horário a bordo:
Às 6 da manhã, levantamos.
Às 6:30, café geral com bolachinhas. 15 minutos antes um cafezinho saboroso, servido individualmente onde a pessoa se encontrasse.
Às 10:30, almoço.
Às 14, café ou mate, o que a pessoa quisesse – com bolachinhas e manteiga. 
Às 17:30, jantar.
Às 20, um bom cafezinho.
Deitar, a hora que o passageiro quisesse, mas às 22h começava rigorosíssimo silêncio.

Éramos nós dois os únicos passageiros. A disciplina acima, até um certo ponto, tornou-se bem amena. Somente o inspetor de ensino primário, Sr. Omar, foi mais um passageiro. Mas, mesmo assim, embarcou na cidade de Tapauá e desembarcou em Lábrea. O professor Osmar foi nosso companheiro na Pensão Paraibana, em Bôca do Acre. Tinha êle uma vasta zona de rêde escolar a inspecionar, em todo o oeste ou em parte do Amazonas.

Vivíamos, pois, em completa familiaridade com os oficiais, marinheiros e demais tripulantes do navio Niterói. Na tripulação não havia nenhuma mulher. Os oficiais e demais homens da tripulação eram, a todo instante, muito cortêses conosco. No fim de dois dias éramos, todos nós, uma verdadeira família cujos vários membros são realmente bem unidos. Graças a Deus…

 

 
  Compartilhar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Casinha para degustação
Casinha para degustação
25 de maio de 2021
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27
Avatar
Marilda Arrivabene em:
Casinha para degustação
2021-05-31 10:09:34