Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

  • /
  • Vida
  • /
  • Navegando por um igarapé
30 de janeiro de 2013
2666 visualizações

Navegando por um igarapé

Na comparação, o rio Purus seria uma autoestrada de quatro pistas. Ele conecta a  civilização com a floresta, sendo que ele mesmo não é uma coisa nem outra. Ele é um meio. O igarapé é diferente. Ele penetra a floresta. Ele não se sente no dever de levar ninguém a canto nenhum. Ele se enrola inteiro, vai, volta, passa por cima de si mesmo, sem a menor lógica. Impossível não pensar numa serpente. Depois de algumas horas no igarapé, você está montada no lombo da serpente. Ao esticar os braços você toca as árvores. Em certos trechos, árvores brotam de dentro d’água. É como se a canoa tivesse virado um tapete voador, contornando as copas. Em outros trechos as árvores se jogam no meio do rio, e o canoeiro passa por cima dos troncos. Às vezes, como nesse trecho aqui, o igarapé resolve que os viajantes já viram coisas demais, e bloqueia o caminho.

barco_arvore

O canoeiro encontrava brechas entre os galhos e nós atravessávamos. Depois, quando eu olhava para trás, tentando entender como ele conseguiu, me dava conta de que o casco da canoa tinha a habilidade de encolher, se achatar e ir se moldando, conforme a necessidade.

Mais para frente uma cortina de folhas e cipós tentava mais uma vez conter nossa curiosidade. Sentada na proa da canoa eu metia as mãos e ia abrindo caminho. Nesse ponto eu não estava apenas penetrando a floresta, mas abrindo caminho entre as folhas das árvores. Foi aí que notei meu encolhimento, pois a essa altura eu estava com dez centímetros de altura. Quinze, no máximo.

 
  Compartilhar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Casinha para degustação
Casinha para degustação
25 de maio de 2021
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27
Avatar
Marilda Arrivabene em:
Casinha para degustação
2021-05-31 10:09:34