Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

  • /
  • Vida
  • /
  • O passarinho e o aro
9 de junho de 2015
807 visualizações

O passarinho e o aro

Esses dias li num site que a prática de se desfazer de um objeto por dia gera um tremendo bem-estar.

Vivo numa chácara. Além da casa onde moramos há uma segunda casa, que batizamos como “A casa 2”. As janelas não contêm vidros, e por isso não foi possível transformá-la numa casa de hóspedes. (Poderíamos ter colocado vidros na janela, mas não colocamos). Ela virou uma casa de despejo. Não um quartinho, mas uma casa inteira. É um perigo.

Eu não me considero uma acumuladora. Acho que sou bem sensata, perto do que vejo em outras casas, mas mesmo assim, de tanto em tanto eu me assusto com a quantidade de objetos que entraram em casa sem que eu tenha me dado conta. Então resolvi adotar a prática de me desfazer de um objeto por dia.

Nem precisei ir longe. O primeiro está bem aqui ao lado do meu teclado: um anel quebrado.

anelquebrado

Ganhei da minha amiga Tatiana Paiva, que na semana passada se tornou mãe. Madalena é o nome do bebê. Tati é uma das minhas amigas mais antigas. Esse anel é a cara dela. Ela é dessas pessoas naturalmente elegantes. Ela pode vestir uma calça jeans e camiseta, e estará elegante. Além disso, sempre foi madura e sensata, desde os 19 anos. Ariana. Tem uma energia admirável e é muito competente em tudo que faz. Já trabalhamos juntas. Éramos uma ótima dupla. Por esses motivos o anel, mesmo quebrado, está ao lado do meu teclado, sem que eu consiga tomar uma providência a respeito. Não tenho coragem de jogá-lo no lixo. Também não guardei numa caixinha justamente por não querer guardar objetos que já perderam sua função. Então o que eu faço? Escrevi esse post a respeito. Pelo menos agora o assunto veio à tona.

Depois que escrevei os parágrafos acima esperei duas horas, enquanto trabalhava em outras coisas. No fim consegui jogar fora apenas o anel. Guardarei o passarinho na minha Caixa de Objetos Para a Parede da Eternidade. Amanhã explico o que é isso. Se estou me sentindo melhor? Sim. Principalmente porque assim também acabei encontrando um movo mote para esse cantinho aqui.


1 comentário. Aleluia!

  1. Avatar
    Fael

    Olá Índigo meu nome é Fael e estudo na escola Anjo da Guarda de Curitiba.

    Há pouco tempo li seu livro “A Saga Animal” e achei muito legal.
    Agora li essa sua postagem e concordo plenamente que deve-se desapegar-se de coisas que não se usam mais.Em breve pretendo ler a continuação de “A Saga Animal” o livro “O Cão Descontrolado”.Espero que continue fazendo bons livros.

    Ass : Fael

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Casinha para degustação
Casinha para degustação
25 de maio de 2021
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27
Avatar
Marilda Arrivabene em:
Casinha para degustação
2021-05-31 10:09:34