Faça sua busca
  • segredosdeindigo
    @gmail.com

  • @indigo.ayer

  • @indigo_hoje

  • @indigoescritora

  • /
  • Vida
  • /
  • O passarinho e o aro
9 de junho de 2015
960 visualizações

O passarinho e o aro

Esses dias li num site que a prática de se desfazer de um objeto por dia gera um tremendo bem-estar.

Vivo numa chácara. Além da casa onde moramos há uma segunda casa, que batizamos como “A casa 2”. As janelas não contêm vidros, e por isso não foi possível transformá-la numa casa de hóspedes. (Poderíamos ter colocado vidros na janela, mas não colocamos). Ela virou uma casa de despejo. Não um quartinho, mas uma casa inteira. É um perigo.

Eu não me considero uma acumuladora. Acho que sou bem sensata, perto do que vejo em outras casas, mas mesmo assim, de tanto em tanto eu me assusto com a quantidade de objetos que entraram em casa sem que eu tenha me dado conta. Então resolvi adotar a prática de me desfazer de um objeto por dia.

Nem precisei ir longe. O primeiro está bem aqui ao lado do meu teclado: um anel quebrado.

anelquebrado

Ganhei da minha amiga Tatiana Paiva, que na semana passada se tornou mãe. Madalena é o nome do bebê. Tati é uma das minhas amigas mais antigas. Esse anel é a cara dela. Ela é dessas pessoas naturalmente elegantes. Ela pode vestir uma calça jeans e camiseta, e estará elegante. Além disso, sempre foi madura e sensata, desde os 19 anos. Ariana. Tem uma energia admirável e é muito competente em tudo que faz. Já trabalhamos juntas. Éramos uma ótima dupla. Por esses motivos o anel, mesmo quebrado, está ao lado do meu teclado, sem que eu consiga tomar uma providência a respeito. Não tenho coragem de jogá-lo no lixo. Também não guardei numa caixinha justamente por não querer guardar objetos que já perderam sua função. Então o que eu faço? Escrevi esse post a respeito. Pelo menos agora o assunto veio à tona.

Depois que escrevei os parágrafos acima esperei duas horas, enquanto trabalhava em outras coisas. No fim consegui jogar fora apenas o anel. Guardarei o passarinho na minha Caixa de Objetos Para a Parede da Eternidade. Amanhã explico o que é isso. Se estou me sentindo melhor? Sim. Principalmente porque assim também acabei encontrando um movo mote para esse cantinho aqui.


1 comentário. Aleluia!

  1. Avatar
    Fael

    Olá Índigo meu nome é Fael e estudo na escola Anjo da Guarda de Curitiba.

    Há pouco tempo li seu livro “A Saga Animal” e achei muito legal.
    Agora li essa sua postagem e concordo plenamente que deve-se desapegar-se de coisas que não se usam mais.Em breve pretendo ler a continuação de “A Saga Animal” o livro “O Cão Descontrolado”.Espero que continue fazendo bons livros.

    Ass : Fael

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Já em pré-venda!
Já em pré-venda!
6 de março de 2024
Já nas livrarias!!!
Já nas livrarias!!!
21 de junho de 2022
Oficina de Escrita Orgânica em Holambra
Livro novo! Já nas livrarias
Livro novo! Já nas livrarias
4 de agosto de 2021
20 anos de estrada!
20 anos de estrada!
8 de junho de 2021
Avatar
Tamy lazara togojebado gomes em:
Minha dívida com as bruxas
2022-10-06 06:40:15
Avatar
Índigo em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-05-25 16:01:12
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:16:04
Avatar
Isadora em:
Oficina de Escrita Orgânica. Venham!
2022-04-27 22:15:49
Avatar
Índigo em:
Casinha para degustação
2021-06-09 10:00:27